A Lei do Propósito

Poderíamos chamar essa lei de Lei da Conexão ou da Religação. Seu propósito é o que reconecta você com a criação e as forças divinas. A melhor forma de se alcançar a plenitude nesta vida, é identificar o seu propósito nela — sua missão

Não confunda propósito com destino, são duas coisas muito distintas. O propósito ou lenda pessoal é uma escolha que você mesmo fez antes de reencarnar neste plano físico. Ninguém o forçou a tomar essa decisão.

É dever sagrado do espírito humano, pesquisar o motivo pela qual ele se encontra na Terra, ou por que vive nesta Criação onde está ligado por milhares de fios. Nenhum ser humano deve crer que sua existência não tenha uma finalidade. Entretanto, são apenas poucos os que conseguem libertar-se a tal ponto da preguiça do seu espírito, para se ocupar sinceramente em pesquisar qual a sua finalidade na Terra.

Por esse motivo essa é a terceira lei, o terceiro degrau que você deve colocar na sua pirâmide individual, o terceiro passo. De nada adianta ten­tar descobrir seu propósito de vida, a sua missão ou meta maior, se você não conseguiu ainda exercer as duas leis anteriores. Se não se aceitar, não conseguirá caminhar adiante, se não estiver grato pela sua condição atual, nunca será autêntico o suficiente para criar desejos e intenções reais.
E sem compreensão não conseguirá descobrir a sua missão.
O terceiro passo acionará todo o processo que vem a seguir.
Nova­mente dizemos: não confunda propósito de vida como um fardo a ser carregado, um peso ou uma cruz. O propósito de vida não traz sofrimento, e sim libertação, soberania, plenitude e confiança.Quando falamos de propósito, falamos de reconexão. No início do livro comentamos sobre a palavra religião (religare) ou religação.
Cada pessoa tem sua maneira de se religar com Deus, e esse processo é feito quando ela se encontra consigo mesma e passa a sentir o entusiasmo e a inspiração do seu próprio espírito. Quando a pessoa se encontra nesse estado dizemos que ela encontrou seu eixo de sinergia com o Universo, seu ponto de religação — seu propósito de vida.

Como posso saber se estou conectado com meu eixo de sinergia uni­versal e se estou no caminho certo?

Vamos imaginar a figura acima. A grande Luz — que chamaremos de Luz de Energia Suprema, Fonte da Criação, Luz ou simplesmente Deus –, de onde viemos e para onde retornaremos. Na mesma imagem está uma pessoa, imagine você, quando decidiu que era chegado o momento de se desprender dessa Luz que lhe originou, e decidiu vir a este pla­no físico.

Assim escolheu e assim o fez, por isso ainda possui um vínculo com A Origem e continua mantendo o contato com a Fonte Criadora através de um fio invisível, porém forte e indestrutível. Um fio que se estabelece pelas suas vibrações e emoções mais profundas.

Você estará sempre ligado a essa grande Fonte, mesmo não acreditando que ela exista.Pode estar mais próximo ou mais distante dela, mas nunca se desli­gará. Se fosse possível se desligar da Fonte, tornar-se-ia um ser excluído no Universo e isso não seria possível, pois para o Universo não existe a palavra exclusão.Essa ligação é real e pode ser estreitada cada vez mais. Uma das formas pela qual você pode se conectar com maior intensidade a essa luz original, é exatamente através da ativação do seu propósito pessoal.

Quando veio para esse mundo físico, na verdade decretou para si mesmo, e perante muitos, que viria cumprir algo muito maior, um aprendizado com objetivo de crescimen­to. Esse decreto agora é o seu vínculo com a Grande Luz — A Fonte Original.Esse é o ponto onde os milagres se manifestam com perfeição. É aqui que a vibração ressoa na mesma frequência neutra em que a luz central universal vibra. A frequência do amor incondicional, a mais poderosa energia que alguém pode experimentar.

Quando encontrar esse ponto, você sentirá o entusiasmo batendo em seu coração e a presença do amor verdadeiro — a gratidão. Quando estiver nesse estado de espírito, estará mais perto de você mesmo e mais próximo de Deus.Como dissemos antes: o amor é a energia que tudo cria. Essa é a ener­gia que constrói micros e macros universos, a mesma que criou e mantém os planetas e galáxias em constante movimento e que sustenta nossos ór­gãos e todo nosso organismo em pleno funcionamento, assim como nossos elétrons e átomos em constante movimento dentro das nossas moléculas.

Mas como saberei se estou perto ou longe desse ponto?

A escala seguinte se chama Escala de Emoções ou Escala de Frequências Padronizadas. A frequência mais alta é a do amor e da gratidão e a mais baixa é a do medo. Quanto mais baixa for sua frequência emocional, maior será sua distância do centro de sinergia que lhe conecta com a Fonte Original, e quanto mais alta for, mais perto estará do ponto de sinergia.

Escala de emoções e Ponto de Sinergia

Depressão é a incapacidade de enxergar o futuro.A única forma de descobrir em que ponto você está dentro da escala de emoções é sentindo. O ponto ideal é o amor, mas não entenda esse amor como carnal entre homem e mulher. Esse amor é incondicional, o amor que vibra sem qualquer condição imposta, sem medidas.

É o amor natural, impossível de ser expresso em palavras por ser o mais puro sentimento de gratidão.Isso não quer dizer que se você identificar-se na escala de emoções no ponto especificado como Alegria, não estará num ponto bom o suficiente. Significa que está mais próximo dos objetivos maiores do seu espírito e está começando a sentir melhorias em sua vida.A cada degrau que subir na escala das emoções sentirá melhoras con­sideráveis em todos os aspectos do seu dia a dia.

Quanto mais próximo estiver do seu centro ideal, mais próximo estará de si mesmo, portanto mais feliz se sentirá e mais força de atração possuirá e a partir daí sua capacidade intuitiva começará a aumentar gradativamente.

Quando perceber a proximidade desse ponto adentrará em uma região repleta de bem estar, entrando numa espiral ascendente de forte energia expansiva, uma região de alta vibração e extrema intensidade. Nesse ponto, automaticamente, e pela força da atração, todas as vibrações de igual in­tensidade das outras pessoas que estarão na mesma ressonância, na mesma frequência vibracional que você, surgirão em seu caminho.Nesse estágio de ascensão tudo conspira a seu favor justamente devido às altas vibrações que estará emitindo.

Começará um ritmo acelerado de encontros, a chamada “magia dos encontros”. Inicia-se a partir daí um processo de transformação entre pes­soas que se ajudarão entre si, formando uma corrente muito forte.Perceberá a partir daí, que todos os aspectos pessoais estão intrinseca­mente ligados a esse ponto de sinergia; os relacionamentos, sua profissão, sua família, a riqueza, a prosperidade, tudo está intimamente ligado com esse ponto imprescindível, o ponto de religação.O sucesso e a verdadeira qualidade de vida também estão totalmente ligados a esse ponto. Não existe ninguém no mundo que possa se dizer ven­cedor sem ter encontrado esse ponto de sinergia pessoal. Isso não significa que uma pessoa que vence na vida sabe e conhece todos os segredos ocultos do Universo. Muitas vezes essas pessoas sequer pensam sobre isso, mas elas possuem um poder intuitivo e uma percepção emocional muito forte.Se você quer viver a plenitude e se tornar uma pessoa vencedora em todos os campos de sua vida, comece por identificar seu propósito pessoal.

Ele lhe levará ao encontro direto com seu ponto de sinergia.Mas não adianta enganar-se querendo ser quem você não é. Não adianta querer ser, por exemplo, um CEO (Chief Executive Officer — Pre­sidente Diretor Empresarial) se você veio a esse mundo com a missão de ser um médico cirurgião, e vice e versa, ou então querer ser um bancário se veio a esse mundo para ser terapeuta curador e ajudar as pessoas.

Cada um deve sentir e saber o que realmente veio fazer nesta vida.Todas as dificuldades terrenas estão direta e proporcionalmente relacio­nadas aos potenciais criativos de cada um. Por consequência disto, e pela lógica divina, cada pessoa traz dentro de si, um dom, um potencial e um talento específico capaz de dissolver todas essas dificuldades latentes.

A solução de um problema está sempre dentro do próprio problema e não fora dele. Basta procurar com perseverança e ter coragem de praticar o autoconhecimento, pois através do autoenfrentamento, as pessoas sempre encontram as melhores soluções para seus maiores problemas. Acredite: o autoconhecimento é a chave que pode abrir todos os caminhos. Então, vá em frente e enfrente-se.Quando você atinge o nível do entusiasmo e da alegria, começa a sentir a força da criação agindo diretamente sobre você. A palavra en­tusiasmo significa “estado de exaltação da alma”.

Nesse momento é que surgem as grandes ideias, os grandes inventos e as inspirações que podem transformar sua vida.A partir desse ponto você passará a trabalhar em conjunto com o Universo e não terá mais medo do futuro e do desconhecido. A confiança arrebata sua alma e mostra novamente a real razão de você estar vivo. Pas­sará assim, a ter motivos reais para agir e reagir e reencontrar a verdadeira motivação para se levantar todos os dias.

Os problemas se tornam pequenos perante a avalanche de soluções que começam a surgir em seu caminho. Terá maior disposição (disposto para a ação) e entrará numa espiral ascendente. Nesse instante suas vibrações estarão mais puras e qualificadas, mais limpas, sem distorções e interferências vindas dos campos inferiores, das vibrações mais baixas como a inveja, o medo, o desejo de insucesso e as mentiras e traições vindas de terceiros. Nesse ponto essas vibrações negativas e discor­dantes são totalmente neutralizadas pela energia neutra do amor.

Todos esses sentimentos com baixa frequência passam a não fazer mais parte da sua vida justamente por que você estará vibrando em patamares superiores.

Essas vibrações e sentimentos continuam existindo, mas não farão mais parte da sua vida, pois você terá o poder de neutralizá-los facilmente.Tente se lembrar dos seus sonhos de infância, quando nada era impossí­vel de ser realizado, quando eles eram puros e totalmente prováveis, quando os obstáculos e as dificuldades da vida adulta ainda não existiam dentro da sua mente e as limitações e as regras da sociedade não lhe reprimiam.

Quando somos crianças os bloqueios mentais não existem, já quando nos tornamos adultos ficamos vulneráveis e nos rendemos aos padrões vibracionais coletivos dando força para nosso ego inferior que logo começa a nos sabotar involuntariamente.

É muito comum ouvirmos:“Isso é muito difícil de conseguir, é para poucos. Não para mim.”“Não sou merecedor de tanto, me contento com pouco.”“Se eu tivesse dinheiro poderia fazer muitas coisas, mas como não tenho, então não faço.”

É muito difícil vencer na vida”. (comparando-se a algum estereótipo que vê na mídia em filmes ou novelas).“As outras pessoas estão sempre felizes e eu não.”Esqueça por alguns instantes esses estereótipos e desprenda-se do ego inferior e seus bloqueios. Pare de se espelhar em falsos exemplos e encontre o ponto ideal dentro de você (seu Self). Pare de procurar motivação fora, no mundo exterior, procure a motivação dentro de você, pois ela está aí em algum lugar.

A sua vitória, o seu sucesso depende do que existe lá no fundo do seu coração, dentro da sua alma.

Enquanto você tiver como pa­râmetro, como ponto de referência o mundo exterior, estará a mercê dele e poderá se frustrar facilmente.Pergunte constantemente a si mesmo:O que eu quero para a minha vida afinal?

O que eu realmente quero para mim?

O que eu verdadeiramente gostaria de ser?

O que eu gostaria de deixar registrado quando não estiver mais neste mundo? Qual o caminho que devo seguir?

Dentro dessas cinco perguntas estão as respostas que você tanto bus­ca. Se não conseguiu responder nenhuma delas, significa que está à deriva dos desejos de outras pessoas ou está permitindo ser controlado por um grupo delas.Se por outro lado você respondeu:Ah, não sei.

Deixa estar. Seja o que Deus quiser!Da mesma maneira ainda estará à deriva, pois Deus é exatamente quem mais deseja que você exerça a sua força criativa e não fique subme­tido a condições.A escala de emoções nos mostra em que ponto nós estamos. A emoção é como uma bússola interna que está implantada dentro de nós.Ela mostra sempre o caminho correto a seguir. Seu propósito é seu norte.

Ele lhe atrai constantemente e aponta a direção correta a seguir, como a bússola que aponta sempre para o norte magnético do Planeta (o centro gravitacional da Terra). Não importa para aonde você a direcione, a pequena agulha da bússola sempre apontará para o norte.

O seu norte pessoal é o seu propósito, ele lhe atrai e dá sinais cons­tantes indicando o caminho correto a seguir. Pode estar de costas para o seu real motivo desta vida, mas mesmo assim a sua bússola interna, a sua intuição estará lhe mostrando o caminho que deve seguir.

Pode ter certeza: se estiver triste, frustrado, angustiado, desanimado, desgostoso com a vida, é porque está distante do seu propósito pessoal. Tente a toda prova identificá-lo e entrar em sintonia. Lembre-se, se você reencontrar esse ponto de sinergia, significa que está se religando e se re­conectando com a Fonte Original — Deus.

A vida nos mostra sinais evidentes todos os dias. Você deve ficar atento a esses sinais, pois eles sempre vêm através das pessoas. Comece a prestar atenção nas pequenas frases, nos pequenos conselhos, nos instantes que consegue intuir alguma mensagem importante.

Não adianta sair procuran­do por esses sinais por aí, pois não irá encontrá-los, eles são muito sutis. Quanto mais próximo do seu ponto de sinergia, mais evidente será a sua percepção e intuição.

Aos poucos, ouvindo a voz da intuição e prestando atenção nas suas emoções (sua bússola interna), as vendas do ego inferior serão arrancadas e você passará a enxergar sua vida como nunca a enxergou antes, repleta de possibilidades, oportunidades, amor, abundância e de prosperidade.

Exemplo de Propósito de vida:

Um homem estudou cinco anos de sua vida para tornar-se um advo­gado, pois a família sempre desejou e os seus amigos também, pois todos estudaram para se tornarem advogados.

Hoje ele exerce a profissão de advocacia, mas se sente frustrado por sentir uma sensação estranha que não consegue explicar. De um ponto de vista lógico, não há nada de errado com ele realmente.

Por que então ele estaria frustrado? Afinal ter um diploma de Direito é o sonho de muitas pessoas e poucas realmente conseguem.

Mas ele não vê a hora de sair do trabalho, chegar à sua casa e cui­dar de seus seis cachorros e três gatos. Ele realmente gosta de fazer isso, é o que lhe dá prazer e bem estar. Esse é o momento em que ele se sente em paz durante seu dia estressante e corrido.

Todavia, quando chega ao final da noite, essa sensação de bem estar vai se esvaindo e dando lugar à angústia e um estranho vazio em sua alma, pois seu inconsciente já sabe que no dia seguinte terá de voltar ao trabalho maçante e sacrificante de advocacia.

Cada dia que passa ele se sente mais frustrado. Os amigos que se formaram com ele na mesma universidade, ao contrário, sentem-se completos e preenchidos. Além de ganharem muito dinheiro com grandes casos, todos adoram o que fazem e têm uma vida plena.

Mas ele não. Os casos que assume geralmente não consegue ganhar, o dinheiro não vem com facilidade. Desgasta-se facilmente e acaba entrando numa espiral descendente na escala de emoções.

Esse é um exemplo simples que mostra claramente a desconexão com o propósito de vida, certamente essa pessoa está longe do seu ponto de sinergia, mas não consegue se tornar consciente disso, pois tem medo de ver o mundo que construiu durante anos, desmoronar bem na sua frente. Não obedece a suas intuições e não dá qualquer atenção aos seus sentimentos latentes.

Se ele por ventura parar por um instante, perceberá que esse não é o seu caminho e se persistir agravará ainda mais a situação. Por mais que essa pessoa lute para se estabelecer como um grande profissional na área da advocacia, por mais que ela se dedique para isso e se aprimore profis­sionalmente, não obterá êxito, pois não veio para esta vida para exercer essa profissão, ou seja, a lenda pessoal que ele escolheu não é essa.Uma das melhores hipóteses neste caso era esse homem tomar a deci­são de parar de trabalhar como advogado, fechar seu escritório e montar uma clínica veterinária ou um tipo de hotel para cães e gatos numa cidade do interior e ali, reconstruir completamente sua vida, fazendo o que real­mente gosta. Transformaria assim sua rotina massacrante em uma rotina prazerosa e tranquila. Seguramente esse novo projeto teria grande sucesso e quem sabe em poucos anos, depois de conhecer a fundo sua nova atividade profissional poderia expandir seus negócios montando uma franquia de hotéis para animais em todo o país com grande sucesso, pois teria respaldo e conhecimento necessário na parte jurídica. Poderia se tornar rapidamente uma pessoa próspera e muito rica fazendo isso.

Mas por quê?A resposta é simples: porque esse homem passou a fazer o que mais gosta e com prazer, com amor e bem estar.

Quando se trabalha com amor está no fundo trabalhando em comunhão com o Universo, está vibrando no mesmo fluxo dele, na frequência neutra do amor, a vibração sem esfor­ço ou sacrifício, uma frequência transformadora e criadora de milagres. Essa frequência você pode encontrar através da ativação do propósito pessoal. Portanto, se está infeliz com sua situação, com seu trabalho, com sua vida, você precisa começar a agir e reagir — precisa identificar esse propósito, custe o que custar. Os resultados serão extraordinários e sempre serão positivos.

CARLOS TORRES
Carlos Torres é escritor e mensageiro, editor, palestrante, pai e pacifista. É casado com Sueli Zanquim, escritora e locutora. Já vendeu mais de 170.000 exemplares no Brasil e exterior.
Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *