Quem são os Pleidianos E como será a Quinta Dimensão na Terra

Olá amados hoje me veio uma forte intuição e vontade de falar com
vocês sobre os Pleiadianos, afinal quem são eles? E qual o objetivo
deles na Terra?
Antes de tudo é preciso dizer que há sólidos indícios que viver
conforme vivem os Pleiadianos em seu Reino, será o próximo
passo de nossa evolução humana.

O que vem de encontro com as informações obtidas ao longo dos
anos, através de canalizações que retratam como será a dinâmica
social da nova Terra ou ainda, como será a nossa vida cotidiana em
quinta dimensão.
E isso ressoa como verdade para mim, uma vez que de acordo com
as informações que tenho, nas Plêiades, eles não usam nenhum
tipo de dinheiro ou moeda como conhecemos, mas sim
compartilham os recursos existentes naquele planeta com todos.
Todos os bens materiais são dados ao povo livremente e essa troca
é baseada na forma como cada um contribui para a sociedade
galáctica.
Na sociedade que vivem, não existem leis para regular a vida em
comunidade, as leis que os regem são constituídas única e
exclusivamente por suas próprias consciências individuais que são
altamente evoluídas.
Eles não têm religião, mas estão permanentemente conectados a
Fonte, ao Criador Primordial, cuja vontade estão sempre buscando
decifrar e seguir de forma harmoniosa.
Os pleiadianos vivem em plena unicidade uns com os outros,
inclusive os instrumentos musicais que produzem, são projetados
para ser tocados por várias pessoas simultaneamente.
Eles também são muito ligados a cura, a medicina natural, às forças
da natureza e ao xamanismo nativo, foram eles que ensinaram aos

chineses a técnica da acupuntura em torno de 4.500 A.C. e também
foram eles que ensinaram várias práticas de cura aos índios xamãs.
Eles possuem uma forte ligação com os cristais e suas cidades são
construídas de cristal. As casas tem a forma de grandes pontas de
cristais sextavados, você já viu uma pirâmide de seis lados? Pois é
esta a forma de suas casas.
Os Pleiadianos são uma raça muito antiga de humanoides e são os
seres mais parecidos fisicamente conosco, possuem em média 2
metros e 10 de altura e são muito amáveis, delicados,
extremamente criativos e muito bem humorados, inclusive esses
dias, pude comprovar o quanto são bem humorados.
Eu estava aqui em meu estúdio de gravação, quando percebi a
presença de um deles na porta de entrada do meu estúdio, era um
ser muito iluminado, como uma Luz Branca quase translúcida, com
pouco mais de 2 metros de altura e traços humanos.
Esta porta a qual me refiro, dá acesso a cozinha de nossa casa e o
via ele com a minha visão periférica e aí quando eu focava a visão
em direção a porta, ele desaparecia então aí começou a
brincadeira, eu comecei a me comunicar com ele por telepatia,
pensei: não vou te olhar, quero te ver aqui na minha frente, como eu
sempre faço e não olhei mais pra porta, então ele começou a
balançar al, o que me pareceu ser o pano de prato que estava em
cima do fogão, pois é, por essa eu não esperava e comecei a rir da
situação, grato por tanta proximidade e simplicidade desse
maravilhoso irmão cósmico.
Eles são seres simples, descomplicados e buscam sempre na
simplicidade e criatividade encontrar a essência e as respostas para
todas as coisas.
Um fato interessante é que os Pleiadianos, possuem um registro
completo da história da evolução humana da Terra, desde o início
até os dias de hoje, muitas foram as suas contribuições, para que
pudéssemos chegar ao estágio de evolução ao qual estamos hoje,
isso porque durante um longo período de nossa história, eles
ficaram aqui na Terra ajudando a desenvolver várias civilizações,
como os lemurianos, maias e sempre com o objetivo de guiar os
humanos em direção a um caminho mais espiritual.

Os Pleiadianos afirmam que o planeta Terra tem 626 bilhões de
anos e todas as vezes que mantiveram contato com a humanidade
foi e continua sendo com a finalidade de que possamos conquistar
a elevação espiritual em todos os âmbitos.
É importante lembrar também que os Seres que estão nos
auxiliando, operam em primeira instância para o bem do Todo pois
sabem que sempre que um planeta é capaz de aumentar a sua
frequência de ressonância para a Quinta Dimensão e além– todo o
Sistema Solar se beneficia do fluxo dessa Luz que é emitida!
Então, meu amados evoluir não é só uma questão de escolha mas
sim de muita responsabilidade e a nível cósmico!
As principais regiões do planeta em que há vestígios de suas visitas
e nas quais eles mantiveram um intenso contato com os nossos
ancestrais, são Bali, Havaí, Samoa e Índia.
Ensinar é um traço muito comum à essa raça galáctica, pois eles
são muito voltados para a educação e adoram se comunicar, se
expressar e compartilhar conhecimento.
E na verdade, eles não são propriamente extraterrestres, mas sim
“ultraterrestres” ou seres interdimensionais, porque possuem a
faculdade de viajar no tempo, no espaço e transitar entre as
diferentes dimensões.
Os Pleiadianos são de um sistema estelar chamado Plêiades. Esse
sistema estelar é um pequeno aglomerado de sete estrelas
localizado na constelação de Touro, o Touro que fica a cerca de
500 anos-luz do planeta Terra.
Os nomes das sete estrelas no sistema das Plêiades são:
1) Taygeta
2) Maia
3) Celaeno
4) Atlas
5) Merope

6) Electra
7) Alcyone

Os Pleiadianos, assim como nossos amigos Arcturianos e outros
amigos Galácticos, estão aqui dentro de nosso sistema solar para
nos auxiliar e nos apoiar em nossa mudança evolutiva. Um vídeo
com informações como essas, pode parecer fantasia para quem é
leigo no assunto ou está começando a despertar a consciência para
os mistérios do Universo e eu entendo, porque no início é assim
mesmo, inclusive os próprios Pleiadianos tem esse entendimento e
geralmente reconhecem os humanos que os vêem como despertos.
Para a população em geral, eles ocultam as suas naves para não
assustar os humanos que dormem e também os que estão quase
despertos, mas não exatamente, porque este último grupo até
alcança em alguns momentos do dia uma frequência de consciência
alta para percebê-los, porém, ainda emitem alguma frequência de
medo o que os impede de confiar totalmente na intenção desses
nossos irmãos galácticos que é genuinamente a de curar, despertar
e guiar os humanos que aceitam e estão prontos para isso.
As naves deles são da quinta dimensão, pois elas são naves
galácticas que podem ser ocultas para o mundo da terceira
dimensão.
Essas naves não são tecnológicas, são energéticas e por fora
parecem pequenas, mas quando entramos nelas percebemos que
são enormes e à medida que andamos pelo seu interior elas vão se
expandindo e a nossa frente vão se formando sempre novas salas,
corredores e portas antes inexistentes.
Há muitas almas originárias das Plêiades encarnadas na Terra –
elas constituem a segunda raça extraterrestre mais presente por
aqui.
Uma dessas almas ou pelo menos o contato humano dos
Pleiadianos que durou mais tempo e é o mais famoso é o caso do
suíço Eduard Albert Meier, nascido em 3 de fevereiro de 1937, mais
conhecido como Billy Meier. De acordo com seus próprios relatos,
ele começou a ser contactado diretamente pelos Pleiadianos com
apenas 7 anos de idade.

Meier começou a receber "mensagens" que no início, vinham na
forma de imagens, mas com o passar do tempo, essa forma de
comunicação foi sendo aprimorada. Aparentemente palavras e
frases completas, começaram a surgir em sua mente.
De acordo com seus relatos, uma voz se apresentou a ele
telepaticamente, essa voz pertencia a um Pleiadiano chamado
Sfath, que Meier iria conhecer pessoalmente, meses depois através
de um contato direto, frente a frente.
A voz de Sfath acompanhou Meier até o ano de 1953, quando ele
completou 16 anos. Ele conta que após alguns meses de silêncio, o
contato foi restabelecido, mas dessa vez Meier passou a receber a
orientação de uma Pleiadiana chamada Asket, que entre outras
coisas o induziu a viajar pelo mundo para se aprimorar e evoluir
espiritualmente.
No decorrer dos anos, Meier experienciou dezenas e dezenas de
contatos com naves extraterrestres e também com suas tripulações,
das quais muitas conseguiu fotografar e até chegou a gravar fitas
de áudio e vídeo com o som das naves.
Muitos consideram que a maior evidência da validade destes relatos
é, sem dúvida, uma amostra metálica recebida por Meier durante
um contato no verão de 1977 com Semjase uma mulher Plêiadiana.
A primeira vez que teve contato com Semjase foi quando
presenciou a aterrisagem de uma nave Pleaiadiana, na ocasião
onde ele conta que ela vestia uma roupa de um tecido de cor cinza
e que continha um anel na altura do pescoço, como se fosse a
sustentação para um capacete que a mesma não estava usando.
De acordo com Meier, sua expressão era amistosa e receptiva, ela
andava quase que como uma pessoa normal, só que com mais
firmeza, vigor e irradiava autoconfiança e uma graça muito natural.
Os Seres Pleiadianos possuem um perfeito equilíbrio das energias
masculinas e femininas, o que vem de encontro com a percepção
que Meier teve sobre Semjase que ao meu ver era doce e ao
mesmo tempo vigorosa.

Sobre a amostra metálica foram feitos diversos estudos, assim
também como das fotos e gravações, alguns destes estudos põe
em dúvida a veracidade das fotos e vídeos apresentados por Meier,
por isso, ele é um contatado bem polêmico no que se refere a sua
credibilidade.
Porém, uma das muitas pessoas que realizou estes estudos nos
materiais apresentados por Meier foi o doutor Marcel Vogel que é o
desenvolvedor das tecnologias dos cristais líquidos e um dos
maiores nomes da ciência do Século 20. Ele ficou muito
impressionado ao analisar o material nos laboratórios de pesquisas
da IBM, localizado na Califórnia que é onde trabalhava na época.
De acordo com Dr. Vogel, a tecnologia e o material utilizados na
fabricação da tal amostra metálica é de origem totalmente
desconhecida pela ciência terrestre.
Em minhas pesquisas sobre Billy ele afirma que não se esforçava
para ter tais contatos com os seres Pleiadianos, pelo contrário, ele
esclarece que foi procurado por nossos irmãos galácticos, por
causa de uma antiga missão, acordada há milhares de anos atrás.
Em conexão com essa missão muitos textos foram escritos, e
parcialmente transmitidos pelos Pleiadianos ou por formas
espirituais elevadíssimas. Algumas foram escritas pelo próprio Billy
Meier a pedidos dos Pleiadianos.

Amados, talvez alguns de vocês estejam agora se questionando:
Por que estes e outros seres galácticos não aterrissam em público,
por exemplo, em frente ao palácio de das Nações Unidas em
Gênova ou em frente a Casa Branca, em Washington?
As razões são muitas. A maior delas ao meu ver é baseada em um
mandamento ético e humanístico que diz que os Plêiadianos não
devem intervir de maneira alguma com a humanidade, sem a
aceitação e a permissão daqueles que serão contatados e por isso,
não devem se deixar reconhecer enquanto a humanidade ainda não
é capaz de reconhecer a sua própria origem cósmica e o mundo
interdimensional em que vivem e fazem parte.
Além disso eles não irão se apresentar ao grande público, antes da
humanidade alcançar uma norma de união pacífica e humana,
assim como cósmica em respeito à todas as formas de vida.

Portanto, os Plêiadianos não se deixam conhecer e nem se movem
abertamente. Ao menos por enquanto, considerando o atual nível
de consciência ao qual a maior parte da humanidade ainda se
encontra!
Se você gostou deste assunto, confira outros em nosso site e
inscreva-se em nosso canal, aqui postamos muitos outros
esclarecimentos interessantes como este, assim como mensagens
e canalizações direcionadas para o seu desenvolvimento pessoal e
espiritual! https://www.youtube.com/channel/UCaQFCDcpr7unssAGNhMEQ4Q

Aqui eu deixo meu Abraço Fraterno à todos. Gratidão meus queridos, em Amor e Luz- Ricardo Trier e Equipe Luz Das Estrelas.

https://luzdasestrelas.com.br/

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *