IDEIA SUICIDA…

É normal que, muitas vezes, nada aconteça como gostaríamos. Nossas emoções e sentimentos assumem o controle e muitas vezes nos vemos sobrecarregados por eles. 
Uma infância difícil, dificuldades em se relacionar com os outros, baixa autoestima, solidão, rejeição, humilhações morais, doenças … Nossas emoções funcionam até como uma compensação bioquímica.

E quando o mundo pessoal desaba, e vem a tristeza e desespero, é difícil não sentir a necessidade de escapar de tudo e de todos. Até de si mesmo.
Por que?

CARENTE DE AMOR

Se você tem escassa ou nenhuma rede de apoio familiar e/ou social: busque mais apoio – menos julgamento; não acredite quando dizem “você só quer chamar atenção” – você é fraco – você não tem valor.
Vire as costas para este ambiente negativo!
PROCURE QUEM LHE ESCUTE. Ligue: 141 (ligação gratuita). Você é atendido por um voluntário, com respeito, que guardará estrito sigilo sobre tudo que for conversado
Postos de atendimento GRATUITOS em todo o país: //www.cvv.org.br/postos-de-atendimento/

PERDAS

Você por ter passado por perdas importantes (familiares, relacionamento amoroso, amigos, emprego, instabilidade financeira)

TEM PROBLEMAS MENTAIS GRAVES

Choques emocionais podem acionar transtornos mentais graves (já conhecidos ou não por você), como Transtorno de Personalidade Bordeline; Transtorno Depressivo Maior; Transtorno Bipolar de Humor- Esquizofrenia; Dependência Química (fase aguda principalmente); Transtorno Obsessivo-Compulsivo (fase aguda), entre outros;

DOENÇAS SEM CURA

-Quer fugir de Doenças crônicas, Incapacitantes.

– Ou está sem esperança de que haja uma SAÍDA para uma situação, ou acha que é um peso para a família. Enxerga tudo como negativo, não tem expectativas, nem motivação para esperar que os dias futuros sejam diferentes.

A capacidade de antecipar o futuro é sempre para a pior perspectiva, pensar que está diante de um “leão” e que continuarão a aparecer outros desafios piores.

MENTE DOMINADA

Pensamentos de morte ou pensamentos negativos inundam a sua mente, expressados como: “Não vejo mais motivo para eu estar vivo”; “Gostaria de morrer”; “Não aguento mais isso, preferiria morrer a estar aqui”; “Se eu morresse… Como seria para “eles/eles”?”; “Será que vão sentir falta de mim”?

DEPRESSÃO

O suicídio está intimamente ligado à Depressão. É a “doença da alma”, incompreendida pela ciência há décadas. Pessoas que têm uma vida “feliz’ também são acometidas, e repentinamente.

Mas Depressão profunda é sinônimo de resiliência espiritual. Sua Alma quer ser ouvida. Quer que você acolha o Amor que existe DENTRO DE SI E QUE ESTÁ DISPONÍVEL.

NÃO O PROCURE FORA! ACORDE PARA A SUA CENTELHA DIVINA QUE O ACOLHE E LHE DÁ O SOPRO DA VIDA!

As situações de vida acontecem para simples aprendizado. As emoções vêm e devem ser soltas. Não se fixe em nenhuma. Respire profundamente. Deixe-as ir em sua expiração.

Procure algo simples para fazer que lhe dê prazer. Foco, concentração, projetar e realizar algo é estimulante, motiva, e o tira do estado repetitivo dos pensamentos negativos e o coloca no Agora.

– Vale procurar ajuda espiritual, porque este estado mental pode ter sido acionado também por obsessores espirituais, e “buracos’ na aura, drenando sua saúde, sua vitalidade, deixando-o sem proteção e sujeito à ataques psíquicos, e mais drenagem energética.

Resolva os problemas passo a passo, fortalecendo gradualmente o seu moral, sem olhar para o montante de tudo o que tem para escalar. E o fato de que uma luta continua ao longo do tempo não significa que ela existirá para sempre, é preciso ser paciente e dizer a si mesmo que a calma e a purificação sempre vem depois da tempestade.

Acreditar na IMPERMANÊNCIA das coisas, assim como ensina o Budismo. Tudo se transforma continuamente no Fluxo Universal da Criação. Não devemos nos apegar a qualquer sentimento ou coisa. O apego gerará, inevitavelmente, sofrimento. Abra-se a esta Verdade.

CUIDE-SE! A TRANSFORMAÇÃO INTERIOR É ACIONADA PRIMEIRAMENTE POR VOCÊ.

LEMBRE-SE TAMBÉM QUE AS ENERGIAS DESTE MOMENTO DE TRANSIÇÃO PLANETÁRIA TAMBÉM FAVORECEM O DESEQUILÍBRIO MENTAL E EMOCIONAL. O TRABALHO INTERIOR DE ALINHAMENTO É ESSENCIAL.

Texto de Vilma Capuano

********

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Acréscimo: Trecho de uma entrevista da Monja Coen
//www.monjacoen.com.br/…/48-vai-passar-monja-coen-res…

– Como podemos lidar com a angústia de que o que é “bom” passa e o que é “ruim” parece que nunca vai passar?

MC – Apenas parece que nunca vai passar …nossa percepção é que nos engana.

Buda diz que a “mente humana deve ser mais temida do que cobras venenosas e assaltantes vingadores”

Mas, quem procura conhecer a mente senão a própria mente?
Este é o processo fascinante que nos é dado como espécie humana. Sendo o que somos podemos compreender o que somos, quem somos. Muitos, entretanto, passam a vida (e a morte) sem saber.

– Por que, por mais que a gente tenha experiências de dor, quando vem uma nova dor a sensação é de que ela não vai passar?

MC – Porque dói. E doer não é agradável. Então temos de nos lembrar de que é transitória a dor, e podemos até mesmo apreciar essa desagradável experiência humana.

Vida é assim. Muitas vezes a dor nos torna melhores, pois aprendemos não só a suportá-la, mas a curá-la ou transcendê-la.

Na dor, seja a dor. E a deixe ir.

Ainda é o seu ego, se exibindo “veja como sofro”.

Deixe ir, deixe passar e sorria à Vida.

– Com o tempo, com o acúmulo de experiências de que a dor acaba passando, começamos a entender isso melhor?

MC – Não é preciso um acúmulo de experiências de sofrimento e dor pessoais.

Buda dizia que os seres humanos podem ser comparados a quatro tipos de cavalos.

O primeiro cavalo, ao ver a sombra do chicote, galopa.
Este seria o ser humano que ao ouvir sobre sofrimento e dor de seres desconhecidos, começa a apreciar sua vida.

O segundo cavalo, precisa ser chicoteado na pele para galopar.
É a pessoa que precisa sentir a dor ou o sofrimento de alguém conhecido (mas não muito íntimo) para começar a apreciar sua vida.

O terceiro cavalo precisa ser chicoteado até cortar o pêlo e penetrar a carne.
Alguém que só começa a apreciar a vida depois de perder ou sofrer muito com as dificuldades de alguém muito amado/a ou próxima/o.

O quarto cavalo só é capaz de galopar quando o chicote o fere até o osso.
Essas pessoas só conseguem apreciar a existência quando percebem que ela está quase a se acabar.

Que tipo de cavalo é você? Que tipo de cavalo você pode se tornar?

Notas de Dafne Lima: Esta música sempre me ajudou nos momentos difíceis e adquiri o hábito de cantá-la mentalmente sempre que me vejo em meio à uma tempestade…

 

 

Mais Uma Vez
Renato Russo

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem

Tem gente que está do mesmo lado que você
Mas deveria estar do lado de lá
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Tem gente enganando a gente
Veja a nossa vida como está
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança!

Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem

Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena
Acreditar no sonho que se tem
Ou que seus planos nunca vão dar certo
Ou que você nunca vai ser alguém
Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança!

Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!
Quem acredita sempre alcança!

∼ Se você gosta do nosso artigo, compartilhe e ajude-nos a espalhar AMOR & LUZ! ∼

Visite nossos canais no youtube:

Luz Das Estrelas

Dafne Lima Luz Das Estrelas

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos:

//luzdasestrelas.com.br

Edição: Dafne Lima Equipe Luz Das Estrelas

Você também pode gostar:

//luzdasestrelas.com.br/uncategorized/6-razoes-pelas-quais-voce-precisa-parar-de-pensar/

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *