EM ESTADO DE PAZ O QUE É DOR VIRA PÓ DE ESTRELAS …

A verdadeira Paz é um estado interno estável. Uma vez que você a conseguiu, não pode mais perdê-la. 
Você pode dizer que é impossível sentir-se sempre em Paz. Que a vida é uma alternada sucessão de sucesso e fracasso, abundância e pobreza, saúde e doença, alegria e dor …

Mas não permita que a sua consciência fique paralisada em cada dificuldade, em cada prova, em cada obstáculo que surge.
Você pode sofrer por adoecer, perder a sua fortuna, ser perseguido, ver desaparecer os seres que você ama … 
Mas sofrer, não significa perder a sua Paz. 
Rumi afirmou : “A ferida é o lugar onde a Luz entra em você”.
E neste momento do planeta, cada Dor pode ser uma Purga individual, ou do Coletivo, cumprindo a sua missão de Alma para contribuir com a Limpeza da humanidade.

Quando, e se, você aprender a restaurar todos os dias a conexão entre a sua consciência e o seu centro espiritual, você acessa um ponto mais elevado dentro de si, encontra uma explicação que acalma e consola, um significado, e então entende que suas dificuldades e sofrimentos são passageiros.

Você compreende que você é imortal, e que há um espaço em você onde nenhum mal pode mais alcançar. 
Os Pleiadianos afirmam: “Você é apenas uma minúscula partícula do Divino, o Todo está em você, e você é o seu próprio universo. Todos os seus trilhões de células olham para você para que lhes diga o que fazer. Você é seu mestre e criador, elas estão ouvindo o que você diz.“

A pergunta que não devemos fazer: “Por que isso aconteceu comigo? O que eu fiz para merecer isso? ” Uma pergunta melhor seria: “Agora que isso aconteceu, como vou passar por isso?” ( “Quando coisas ruins acontecem com pessoas boas” por H. S. Kushner)

“Permita-se começar a criar Paz. Você pode não saber o caminho, mas a sua alma sabe…” Jennifer Farley-Criador, em 31 maio 2019

“Até o nosso próximo encontro, desejo a você
A profunda Paz das suaves ondas do oceano;
A profunda Paz da mansidão do ar e da terra silenciosa;
A profunda Paz das estrelas reluzentes,
A profunda Paz Do Filho Da Paz (Oração celta)

Até sempre!
Vilma Capuno

Compartilhar:

Deixe um comentário