CUIDADO COM A FALSA ESPIRITUALIDADE!

Namastê!

Lhes digo: cuidado com a falsa espiritualidade!

Vejo muitas pessoas adotando a espiritualidade como mais uma máscara do ego. Percebo muita gente dizendo: “eu sou médium, eu tenho uma essência felina de Sírius, eu fui um mágico na vida passada, eu sou importante porque sou uma alma índigo” entre tantas outras coisas que, minha gente, eu me pergunto o que é que está acontecendo!?

Muitas pessoas discutem diariamente suas teorias insanas de espiritualidade nos grupos espiritualistas que tem por aí no facebook e no whatsapp. Pessoas se agredindo verbalmente, julgando uns aos outros pelas crenças, pelas diferentes opiniões. Cadê a espiritualidade? Será que espiritualidade realmente é isso?

As pessoas buscam a espiritualidade como meio de encontrarem mais felicidade, mais paz, mais contentamento e satisfação, mas, acabam se prendendo nas teias do ego, mais uma vez. Infelizmente, as pessoas costumam utilizar tudo como meios para suprir as necessidades e desejos egocêntricos do falso centro – o ego, a individualidade.

A verdadeira espiritualidade é a que nos coloca de volta em contato com nós mesmos além desse personagem mascarado a que chamamos de ego; a verdadeira espiritualidade é a que nos faz descobrir quem somos de verdade, sem a influência do mundo externo, sem a influência de mestres, livros, gurus, pessoas, opiniões, teorias, doutrinas, religiões.

É por isso que todos os grandes mestres de si mesmos diziam aos homens: “Conheça-te e terás as respostas para tudo!”. Quando nós mergulhamos para dentro e descobrimos que não somos nosso ego, que não somos essa mente incessante de desejos loucos e insanos, nós nos libertamos dessa influência viciante que sempre nos atormenta e passamos a viver na real espiritualidade de viver em amor, em paz, em silêncio, em contemplação!

De nada adianta você ser um Ser que veio de Órion, que é do raio branco, que tem os chacras ativos, que tem a aura de 5 metros, que é médium clarividente, mas que, na verdade, é egoísta, julga aos outros, vive projetando suas culpas e erros na costa dos outros, se acha melhor do que os que não adotaram nenhum caminho espiritual, se acha superior àqueles que cometem seus erros, etc…

A única espiritualidade que existe é a de autoconhecimento e de transcendência e, cá entre nós, esse caminho é para poucos, porque a maioria ainda quer brincar de ego.

Sair da roda de Samsara é para poucos, porque ela é viciante, ela fortalece o ego e as pessoas estão dominadas pelo ego. Sair da roda de Samsara exige abandono total do ego – é a gota que se dissolve no Oceano da Divindade Suprema.

Transcender Samsara e atingir o Nirvana é um caminho para aqueles que, de forma sincera, almejam uma vida real, de verdades e não de mentiras ou de ilusões. Porém, as verdades são árduas para a transcendência e para a libertação suprema. Já, as mentiras, são gostosas para a mente daqueles que se prendem à individualidade e ao poder.

Eu lhe pergunto: você realmente está em um caminho espiritual?

Bênçãos!

Texto: Cristian Dambrós 

http://luzdasestrelas.com.br

 

http://portal-da-consciencia.blogspot.com/

Compartilhar:

Deixe um comentário