Cientistas divulgam primeira fotografia de um organismo extraterrestre e provam a existência de vida fora da Terra

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Sheffield e do Centro de Astrobiologia da Universidade de Buckingham, no Reino Unido, revelou para o mundo uma fotografia inquietante de um organismo misterioso. Ele teria sido submetido a várias análises, que o indicaram como o primeiro indício inequívoco da existência de vida extraterrestre. Trata-se de uma pequena estrutura denominada “partícula do dragão”, com um comprimento que não passa de 10 micrômetros e que, segundo seus descobridores, representa uma “entidade biológica”, composta por carbono e oxigênio, elementos primordiais para a vida.

Eles chegaram à partícula por meio de um balão aerostático, que foi enviado à estratosfera, a 27 km acima da atmosfera terrestre, com o objetivo de coletar substâncias espaciais durante uma chuva de meteoros. Os especialistas descartam qualquer possibilidade de esta partícula ter chegado ao espaço através de nosso planeta. Eles acreditam que ela tenha surgido em algum outro lugar do universo.

Milton Wainwright, um dos responsáveis pela pesquisa, afirmou que essa descoberta não apenas prova a existência de formas de vida de outros planetas, mas também que organismos alienígenas caem bastante sobre nosso planeta. “A análise científica da estrutura mostra que ela é feita de carbono e oxigênio e não há possibilidades de ser um detrito cósmico ou vulcânico ”, disse Wainwright, que, no entanto, ainda tem dúvidas se este é um organismo singular ou se é parte de outro organismo maior. “Essas descobertas poderiam alterar para sempre nossa percepção da vida e da evolução da Terra. Será necessário reescrever nossos livros de biologia”, ele acrescentou.

Fonte: Express 

VOCÊ ACREDITA QUE É SÓ ISSO QUE ELES SABEM ?

CHEGA DE MENTIRAS E OCULTISMO QUEREMOS A VERDADE, QUEREMOS TODA A VERDADE AGORA.

ESSE É SEU DIREITO, É MEU DIREITO, É DIREITO DE TODOS.

Senado aprova criação do Dia Internacional do Direito à Verdade

Da Redação | 14/12/2017, 15h52 – ATUALIZADO EM 14/12/2017, 15h55

Foi aprovada em Plenário nesta quinta-feira (14) proposta que inclui o Dia Internacional do Direito à Verdade no calendário nacional de datas comemorativas. Pelo Projeto de Lei da Câmara (PLC) 55/2014, o dia será celebrado anualmente em 24 de março. A matéria segue para sanção da Presidência da República.

O projeto, da deputada Luiza Erundina (PSB-SP), estabelece que a data deve ser dedicada à reflexão coletiva sobre a importância do conhecimento das situações em que tenham ocorrido graves violações aos direitos humanos. Como desdobramento de tais reflexões, são esperadas a reafirmação da dignidade das vítimas e a superação dos estigmas sociais criados pelas violações.

A data foi escolhida por ser a data proclamada pela Assembleia-Geral das Nações Unidas como o Dia Internacional do Direito à Verdade sobre Graves Violações aos Direitos Humanos e da Dignidade das Vítimas – em homenagem ao monsenhor Óscar Arnulfo Romero Galdámez, conhecido como Dom Romero, religioso católico atuante em El Salvador.

Dom Romero foi nomeado arcebispo de San Salvador em 1977. Em seus sermões, defendia uma igreja ligada aos pobres e denunciava as violações de direitos humanos em seu país. Ele foi assassinado quando celebrava uma missa, em 24 de março de 1980, por um atirador de elite do exército salvadorenho. Sua morte provocou uma onda de protestos em todo o mundo e pressões internacionais por reformas em El Salvador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

https://www12.senado.leg.br
SE ESSA MATÉRIA CHEGOU ATÉ VOCÊ, NÃO FOI POR ACASO.SE VOCÊ COMO EU QUER A VERDADE COMPARTILHE.

ESSA É A FORMA MAIS PACIFICA DE EXIGIR UMA POSIÇÃO DIGNA DAS AUTORIDADES.

É NOSSO DIREITO SABER A VERDADE.

 

Edição: Ricardo Trier

http://luzdasestrelas.com.br/

Compartilhar:

Deixe um comentário