A SABEDORIA DA HUMANIDADE AUTÊNTICA

Por Ute Posegga-Rudel

Queridos amigos,

No contexto da Nova Era, observo que principalmente as canalizações de reinos de dimensões superiores são confiáveis como uma fonte aceitável de informação espiritual. E parece que meras expressões espirituais humanas sem a sabedoria de “seres dimensionais superiores” tendem a ser consideradas como de menos valor, já que quase todo mundo está cuidando de coisas aparentemente mais “fascinantes”, aquelas que vêm de outras realidades além da própria Terra.  Como se os seres humanos não possuíssem sabedoria real.

Então, alguns dos meus queridos leitores estavam perguntando por que eu faço agora tão poucas canalizações.

A verdade é que nós, os humanos, existimos sob nossa própria lei espiritual e Conhecimento Divino que é mais profundo do que qualquer coisa que está sendo trazida para nós de “fora”. Eu não falo aqui sobre os Verdadeiros Mestres Espirituais que assumiram um corpo humano para nos ensinar a Verdade. Eles são as dádivas mais preciosas que a humanidade está sendo abençoada. Eles SÃO e refletem para nós a nossa própria Natureza Divina e Verdadeira além da mente e, portanto, NÃO são algo “fora” de nós.

Poderia ser que tudo o que está nos pressionando a partir da Fonte Divina, todas essas Energias Divinas Puras e Amor Incondicional e Bênçãos, nos permitiram (os humanos) “conhecer” e sentir a nossa verdadeira herança, e nos despertar para o Coração Divino-Autêntico, e que nos inspira muito além dos ensinamentos que não estão vindo do nosso planeta?

Poderia ser, que a Humanidade, como a original raça divina da fonte do universo, da qual todas as outras, as chamadas raças de dimensões superiores, se originam, chegou a um acordo com quem e o que é? (Eu estou falando de Humanos que nascem da Realidade da Fonte Imortal, não dos humanos, que nascem e vivem no mundo separado da Ilusão, que se parecem conosco, mas que são mortais – e há muitos deles, – e aumentando).

E pode ser que também os seres de “dimensão superior” estejam passando por um processo de purificação e transformação, porque até a NASA publicou que todos os planetas do nosso sistema Solar estão se desenvolvendo agora em tamanho e radiância (e, portanto, consciência). E se este é o caso em nosso sistema solar, então devemos concluir que todo o Universo está sendo atualizado.

Esta atualização universal serve para restaurar a Ordem da Criação Divina e dissolve o que tem sido chamado de “Anomalia Primária” e que torna o Mal possível no Universo. Esta atualização restauraria a conjuntura e o estado corretos de todos os Seres e Reinos Divinos, e explicaria por que os seres dimensionais mais elevados foram amplamente suprimidos em seus próprios processos, não sendo mais permitido nos ensinar – o que alguns deles fizeram contrariando esta norma.

Eu tenho visto mensagens de seres “superiores”, sugerindo a inferioridade da humanidade. Essa inferioridade pode estar relacionada ao crescente número de humanos, nascidos na Ilusão, mas não da Humanidade Divina.

Meus amados amigos, sinto que este afastamento está perfeitamente nos servindo para ir – até mesmo longe – além do que Eles poderiam nos ensinar.

Seus ensinamentos estão incompletos, pois parece que Eles não sabem o que a humanidade pode realizar, mesmo na 3ª dimensão.

Para perceber a nossa Divina Herança, precisamos de Ensinamentos de AutoTom, nos quais as dimensões superiores estão aparecendo. E essa é a Fonte em si. A Fonte, O Eu Divino, O Coração Divino Radiante – permeia toda criação.

Com a Graça Divina, o Ser Humano Original é capaz de perceber, mesmo nas condições mais difíceis da Terra, esse Estado -Fonte. Requer a transcendência do ego, que é a mente. Esta oportunidade raramente é dada aos seres em dimensões mais elevadas. Sua autoidentidade é baseada na mente e raramente é baseada na própria Fonte Divina. Sua identificação é principalmente estado de atenção e consciência e parte da Grande Maya (ilusão) ou do Jogo e se relaciona com o corpo-mente.

Não podemos retornar à nossa verdadeira natureza, considerando as criações mortais da existência como constituintes da verdade, ao contrário, elas surgem no Infinito. São aparências sutis da mente, o ambiente vivo dos seres dimensionais superiores.

Mas Eles não provam sua superioridade por causa de sua realidade dimensional mais alta.

Enquanto alguém se considera dimensionalmente superior, esse alguém não vêm da Pura Divindade, pois ainda existe como ser separado, enquanto a nossa Suprema Natureza é a Não-Separação, que não está vinculada a nenhuma dimensão. Este Estado de Não-Separação abrange todas as dimensões e todos os seres, incluindo a 3ª dimensão.

Porque nós somos Pura Consciência Divina, quando transcendemos a limitação da mente.

Eu amo todos os nossos maravilhosos irmãos e irmãs das dimensões mais elevadas, mas não devemos acreditar que somos inferiores a eles. Porque eles vivem ainda na ilusão da mente (superior), de acordo com seus ensinamentos, e talvez esta seja a hora agora de corrigir isso.

Eles são nossos amados irmãos e irmãs Universais que nos conectam ao Universo, quando pensamos que está fora de nós. Mas, no Estado Divino libertado, percebemos que é a nossa própria Consciência Divina.

Quando conseguirmos perceber isso, poderemos ensinar nossos irmãos e irmãs da dimensão superior, incluindo aqueles que desenvolveram tecnologias mais avançadas do que as que temos. A propósito, para perceber o Supremo, a tecnologia não é necessária. É tudo uma brincadeira agradável, mas não é necessário e não é um sinal de avanço espiritual.

Além disso, quanto mais Divinamente desenvolvida uma raça é, menos ela usa a tecnologia. Ela  apenas “usam” a sua mente consciente sem quaisquer ferramentas externas. É Maya. Diversão. Como as crianças adoram brincar com ferramentas. Mas todos nós sabemos, estas ferramentas não expressam o verdadeiro ser da criança.

Então a resposta é: por que eu não canalizo mais (embora eu possa fazer isso novamente em alguns casos, se apropriado) – que tudo o que realmente me interessa é sobre a Autêntica Natureza da Humanidade. Nós não precisamos nos tornar pequenos, mas entregar essa pequenez ao Infinito Divino Coração-Fonte, que é o nosso verdadeiro Lar. Nós não somos “maiores”, por incorporar os planos sutis, mas por nos tornarmos e sermos o infinito em nós mesmos, através da autorrendição.

Nesse sentido para mim é muito mais importante comunicar essa verdade a vocês e abster-me do que não é necessário e um desvio, do que nos distrai de onde precisamos ir; e que a humanidade começa a entender o que é importante neste caos crescente de diversas fontes de informações muitas vezes superficiais e enganosas.

Parece que o Universo segura a respiração agora, para que possamos Despertar e entrar naquela Profundidade da Quietude da Existência Radiante, que poderia, no entanto,  ser Esmagador para o Ser, que se considera falsamente como separado.

É como se apenas precisássemos abrir nossos olhos para ter um vislumbre e despertar para a Realidade que Somos além do ilusório ego, e deixar para trás a falsa matriz. Não que nós não tivéssemos mais nada para fazer, – eu acho, a maioria de nós tem -, mas para permitir que a Grande Consciência Divina se Revele a nós, para nos incorporar, para que Ela possa ser Vivida através de nós, enquanto estamos servindo o mundo e aqueles que estão esperando para ouvir o chamado.

É claro que essa percepção do que somos, simplesmente acontece fácil, e amanhã somos iluminados. Mas se tivermos o verdadeiro desejo do coração, estaremos dispostos a passar pelo – doloroso – processo de purificação e assumir toda a responsabilidade por isso, lidando com isso no nível subjetivo, sem mais complicações.

É sempre doloroso transcender o padrão do corpo-mente. Mas um processo de purificação meramente dentro dele não é suficiente , como num processo terapêutico em que apenas movemos as figuras como em um tabuleiro de xadrez, enquanto permanecemos dentro da “caixa”. Nossa Conversão é realizada além e antes da “caixa do corpo-mente”. Porque não somos o corpo-mente e seus padrões.

Então, o que me interessa de verdade é esse processo de libertação e liberdade, e não – no melhor dos casos – o jogo de luz e amor sutis, como é feito em dimensões mais elevadas.

O que me interessa é o poder do Amor que mantém o Universo unido. E essa Luz Última/ Máxima em que a criação está aparecendo. Isso sempre foi uma questão em todas as minhas mensagens.

Apontar meramente para as dimensões superiores ainda é escravidão, não traz a Realização da Verdade ou o Divino. Ainda é sobre um corpo-mente separado e, portanto, uma consciência limitada, que seja até mesmo mais sutil.

Mas esta mensagem quer interrogar apenas muito poucos, porque há uma forte atração pela maioria das pessoas experimentar os reinos mais iluminados e viver lá. Poderia ser uma armadilha para sementes estelares, que vieram à Terra para aprender a liberação na Consciência Divina, mas que – distraídas por todos os tipos de brinquedos e pelo horror deste lugar – querem agora nada mais do que simplesmente retornar ao seu planeta natal.

Há muito poucos lugares no Universo onde a verdadeira libertação está sendo ensinada e possível. Então, eles apenas usam o poder de “Deus” para desfrutar de Maya.

Uma história nos antigos ensinamentos da sabedoria indiana das “PURANAS” descreve, no entanto, como os deuses estavam aproveitando suas vidas nos reinos das dimensões superiores, celebrando, dançando e assim por diante. Mas quando eles consumiram toda a energia de suas boas ações, suas flores morreram, seu brilho desapareceu e os outros deuses e deusas não os reconheceram mais e com grande sofrimento eles precisaram deixar aquele lugar de celebração e encarnação, para novamente ir aos reinos mais sombrios do sofrimento. Esta história demonstra a lei da dualidade. Nada dura para sempre. E o ser deve se engajar em crescimento espontâneo para não cair de volta aos reinos de frequências mais baixas.

Mesmo – especialmente – neste planeta, se não investirmos nossa energia em uma prática espiritual, se não crescermos nesse tempo-de-vida, consumindo apenas a energia que trouxemos para cá, cairemos de volta na consciência inferior e dimensões. Esta lei se aplica a todas as dimensões ou domínios específicos da criação.

Então, por que tentar viver ou apontar para dimensões mais altas ou estabelecê-las aqui, em vez de tirar proveito de nossa Divina Humanidade? Não podemos salvar ou evoluir uma ilusão.

Diz-se desde os tempos antigos, que é muito difícil conseguir um corpo humano aqui na Terra. A Terra é o lugar-semente do Universo, é por isso. E é aqui que podemos Realizar a Verdade Última. Caso contrário, nos catapulta para trás e para trás nas dimensões ilusórias do universo, baixa ou alta.

Forças falsas ensinaram à humanidade os ensinamentos errados. Eles são, no entanto, na verdade, os guardiões para nos testar, se somos dignos da realização/conversão e dignos de nossa verdadeira natureza. Então, estamos recebendo uma e outra vez uma oportunidade para entrar no Caminho Supremo.

Nós somos testados com muitas distrações. Nós somos testados sobre o que queremos. E se o nosso coração está pronto para retornar ao que somos. Para o que é.

Tudo isso eu disse, para que então você possa entender melhor o que a sua encarnação atual realmente poderia ser. Para que você aprenda a compreender os seus motivos e, sim, tome decisões claras, o que você quer experimentar e realizar no Jogo Universal.

Muito Amor e muitas bênçãos pelo caminho!

Ute

Tradução Vilma Capuano

Compartilhe mantendo os creditos

https://radiantlyhappy.blogspot.com/2018/10/the-wisdom-of-thue-humanity.html

http://luzdasestrelas.com.br

Compartilhar:

Deixe um comentário